Papel do endocrinologista no acompanhamento pré e pós bariátrica 

Antes da cirurgia:

 

O endocrinologista é o especialista que o paciente com obesidade procura inicialmente em busca de tratamento. Ele tem como papel avaliar se o paciente está apto e compensado para a cirurgia sob o ponto de vista metabólico e hormonal.

 

É importante que o paciente faça o seguimento clínico regularmente pelo período de 2 anos para que, por ocasião da indicação da cirurgia bariátrica, o médico disponha dos seus dados de seguimento para fornecer informações ao cirurgião.

 

Após a cirurgia:

 

O monitoramento das deficiências nutricionais, a avaliação da resolução de comorbidades e a prevenção da recidiva da obesidade é extremamente importante.

 

A cirurgia bariátrica diminui a absorção de minerais e vitaminas que, quando não repostas adequadamente, pode levar a quadros graves e até mesmo irreversíveis de complicações nutricionais. 

 

A reposição de vitaminas e minerais é simples e deve ser monitorada pelo endocrinologista com um seguimento periódico.

 

Medicamentos para doenças associadas devem ser cuidadosamente revistos, pois pode haver melhora rápida de algumas dessas doenças. Muitos deles são suspensos ou têm suas doses reduzidas, mas algumas vezes precisam ser mantidos.

 

A obesidade é uma doença crônica, progressiva e recidivante. O cuidado no manejo de uma alimentação balanceada, de acordo com o tempo de pós-operatório, para prevenir, de um lado a desnutrição proteica e, de outro, a recorrência da obesidade (e algumas vezes do diabetes) deve ser uma constante no acompanhamento dos pacientes.